‘Parem de perguntar besteira’, diz Bolsonaro sobre denúncias de tortura em presídios do Pará - Página Simões Filho
Conecte conosco

Últimas do Dia

‘Parem de perguntar besteira’, diz Bolsonaro sobre denúncias de tortura em presídios do Pará

A intervenção penitenciária teve início nos presídios paraenses depois do massacre no Centro de Recuperação de Altamira

Publicado

em

TudoePolitica – Ao ser questionado por jornalistas sobre uma investigação do Ministério Público Federal (MPF) no Pará, que apresenta denúncias de tortura contra detentos no estado, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que é preciso parar de “perguntar besteira”.

“Deixa eu orar aqui agora. Não sou pastor, não. Meu Deus, salve, lave a cabeça dessa imprensa fétida que nós temos. Lave a cabeça deles, que bote coisas boas dentro da cabeça, que possam perguntar, me ajudar a publicar matéria para salvar o nosso Brasil. Eles não viam problemas em governos anteriores. Vamos ajudar o Brasil. Vocês são importantíssimos para salvar o Brasil. Parem de perguntar besteira”, disse Bolsonaro.

A intervenção penitenciária teve início nos presídios paraenses depois do massacre no Centro de Recuperação de Altamira, quando 62 pessoas foram mortas.

O MPF solicitou a abertura de investigações e recomendou que sejam instaurados procedimentos administrativos para apurar as denúncias.