Conecte conosco

Saúde

Pesquisa mostra redução de 21% na mortalidade materna no Brasil

Publicado

em

Foram registradas 1.038 óbitos no ano passado, segundo governo.
Morte é causada por problemas na gravidez ou até 42 dias após o parto.

O Bom Dia Brasil antecipou dados de uma pesquisa sobre mortalidade materna que será divulgada nesta sexta-feira (25) pelo Ministério da Saúde, que apontam uma redução de 21% no número de óbitos entre 2011 e 2010.

De acordo com o governo, foram 1.038 mortes de janeiro a setembro de 2011, uma redução de 21% na comparação com o mesmo período de 2010.

Morte materna é aquela causada por complicações durante a gestação ou até 42 dias após o fim da gravidez, quando provocada por problemas de saúde como hipertensão, desprendimento prematuro da placenta ou doenças preexistentes, a exemplo das cardíacas, do câncer e do lúpus.

Ao longo de duas décadas, a mortalidade materna no Brasil caiu 51%. A pesquisa apontou que de 1990 a 2010, o número de mortes diminuiu de 141 para 68 para cada 100 mil nascidos vivos.

Segundo o Ministério da Saúde, a redução é resultado do aumento no número de mulheres que realizam acompanhamento pré-natal. No ano passado, de acordo com o governo, mais de 1,7 milhão de gestantes passaram por, pelo menos, sete consultas durante a gravidez. Mais dados da pesquisa serão divulgados ainda nesta manhã.

 

Fonte: G1