Conecte conosco

Brasil

PIB pode recuar até 4% se medidas restritivas passarem de julho, diz Guedes

Projeção foi apresentada a senadores do Podemos, Cidadania e Rede, em videoconferência na última quinta-feira (9)

Publicado

em

Bahia.ba – O ministro da Economia, Paulo Guedes, projeta recuo de 4% no PIB se as medidas restritivas de circulação social passem de julho. A informação foi repassada a senadores do Podemos, Cidadania e Rede, em videoconferência na noite da última quinta-feira (9).

À Folha de S.Paulo, o senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR) relatou que, num cenário mais otimista, o Brasil pode chegar em dezembro com queda de 1% no PIB. “As previsões são que até maio e junho vamos estar no pico da curva, mas que julho ela deva cair. Agora, se ela não cair, o cenário mais pessimista é, se passar de julho, até poderia chegar a 4% de queda. Ele disse que pode cair 3%, 3,5% ou 4% o PIB”, acrescentou.

A assessoria do ministro informou que a reunião foi proposta pelo próprio Guedes, para que pudesse explicar aos senadores a necessidade de votação da PEC do Orçamento de Guerra, prevista para segunda-feira (13). Os parlamentares têm discordado da medida, tanto porque seria feita por meio de voto aberto em reunião virtual, quanto porque um artigo trata da autonomia do Banco Central.

Guedes já se reuniu com senadores do DEM, no último domingo (5); do MDB, na segunda-feira (6) e do PSDB, na terça (7).