Conecte conosco

Brasil

Procurador-Geral já admite ir à Justiça contra Bolsonaro

O cerco está se fechando

Publicado

em

ConversaAfiada – O Procurador-Geral da República, Augusto Aras, confirmou que poderá recorrer à Justiça caso o presidente Jair Bolsonaro (sem partida) “baixe um decreto contrariando a orientação da horizontalidade”, em referência ao isolamento recomendado pelo Ministério da Saúde.

“Se o presidente vier a baixar um decreto, qualquer que seja, contrariando a orientação da horizontalidade, estabelecendo a verticalidade ou não, tudo isso é passível, sim, de apreciação judicial. E sendo passível de apreciação judicial, não somente os legitimados poderão recorrer à via judicial, como o próprio Ministério Público”, afirmou Aras ao Globo.

Na entrevista, o procurador classificou como “injustas” as acusações de omissão que recebe.

P U B L I C I D A D E