Salvador sediará encontro nacional sobre produção de petróleo e gás em terra - Página Simões Filho
Conecte conosco

Salvador

Salvador sediará encontro nacional sobre produção de petróleo e gás em terra

Seminário discutirá programa do Ministério de Minas e Energia que visa alavancar atividade; encontro será na próxima quinta (19), no Senai Cimatec, em Piatã

Publicado

em

TudoePolitica – Salvador será palco de um seminário nacional que discutirá o novo Programa de Revitalização da Atividade de Exploração e Produção de Petróleo e Gás Natural em Áreas Terrestres (Reate 2020), lançado pelo Ministério de Minas e Energia em agosto. O evento ocorrerá na próxima quinta-feira (19), das 8h às 18h, no auditório do Senai Cimatec, na avenida Orlando Gomes, Piatã.

Estarão presentes agentes com atuação do setor de petróleo e gás de todo o país, dentre os quais dirigentes do Ministério da Economia, ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), EPE (Empresa de Pesquisa Energética), Fieb (Federação das Indústrias do Estado), Sebrae e governo da Bahia.

Segundo a assessoria do evento, o objetivo do encontro é envolver representantes do segmento em um debate acerca da inovação e regulação, institucionalização da indústria e multiplicação das companhias de O&G e de bens e serviços, gás e promoção da livre concorrência.

Ainda de acordo com os organizadores, o Reate 2020 também promete traçar novas perspectivas quanto ao potencial de produção de óleo e gás em alguns estados, incluindo a Bahia. A expectativa é dobrar a atual produção de gás natural nacional, passando dos atuais 25 milhões de metros cúbicos por dia para mais de 50 milhões.

“A revitalização de campos maduros vai alavancar a produção, gerando empregos e renda, propiciando, assim, o desenvolvimento regional e a competitividade em âmbito nacional”, afirma Anabal Santos Jr., secretário executivo da Associação Brasileira dos Produtores Independentes de Petróleo e Gás (ABPIP) e integrante do Grupo de Trabalho de Petróleo e Gás da Fieb.

O programa contém 45 propostas de ações, distribuídas em três níveis institucionais: políticas governamentais (coordenado pelo MME), regulação (coordenado pela ANP) e infraestrutura e comercialização (coordenado pela EPE).

“O Reate combina ações de tecnologia inovadora com simplificação regulatória para turbinar a produção de petróleo e gás natural nos campos onshore do país. O Recôncavo, berço do petróleo no Brasil, terá uma nova oportunidade para dinamizar suas atividades econômicas com geração de emprego e renda nos municípios da Região Metropolitana de Salvador”, destaca Miguel Andrade Filho, gerente de Novos Negócios do Senai Cimatec.

A programação do evento e o formulário de inscrição estão disponíveis no site do Sebrae.

P U B L I C I D A D E
Clique aqui para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta