Conecte conosco

Polícia

Termina a greve de policiais e bombeiros militares da Bahia

Publicado

em

MW Auto Peças 40 Anos

Categoria finaliza acordo com o governo estadual e retomará imediatamente às atividades.

Depois de 11 dias de paralisação, o comando de greve do grupo de policiais e bombeiros militares baianos, paralisados desde a noite do último dia 31 de janeiro, retomarão as atividades a partir deste sábado (11). A decisão foi tomada durante assembleia realizada nesta sexta-feira (10)

Além da revogação dos processos administrativos de PMs que participaram da greve e da anulação das prisões dos líderes da greve, o Governo aceitou o pagamento imediato da GAP IV (Gratificação de Atividade de Policial) e o pagamento da GAP V para março de 2013.

Com o acordo firmado, os policiais encerram a campanha salarial referente ao ano de 2012. Os policiais também terão reajuste de 6,5% retroativos à janeiro deste ano. Segundo os órgãos do governo estadual, nos últimos anos, a categoria teve ganho real – isto é, descontando a inflação- de mais de 30%.

Em contrapartida, os militares abriram mão da revogação do decreto de prisão dos policiais e bombeiros envolvidos nas ações grevista. De acordo com a categoria, a via judicial será o caminho direto para tentar negociar a liberação dos PM’s presos. Além disso, os policias militares garantiram que farão o policiamento ostensivo durante os dias de Carnaval.

Na manhã da última quinta-feira (09), policiais ligados a ASPRA (Associação de Policiais e Bombeiros do Estado da Bahia) desocupou o prédio da Assembleia da Assembleia Legislativa do Estado (ALBA), no Centro Administrativo (CAB).

Desocupação da Assembleia: o começo do fim

Desde que os grevistas entraram no prédio logo após a assembleia do dia 31 de janeiro, o local se transformou no palco principal dos impasses e também dos conflitos. De acordo com a Secretária de Comunicação do Estado, cerca de 240 pessoas, entre membros da corporação e familiares, ocupavam o local e transformaram o Centro Administrativo em uma área militarizada.

No começo da semana, mais de 1.400 militares do Exército, 200 PM’s de companhias especiais, 50 homens da Força Nacional de Segurança e agentes da Polícia Federal fizeram um cordão de isolamento em toda a área e controlaram o fluxo de pessoas até o último de ocupaçaõ. Durante o período, houve momentos diversos de tensão entre os manifestantes, os apoiadores e as Força Armadas, que tinham como ordem a reintegração de posse do prédio.  Bombas de gás de efeito moral, cassetetes e spray de pimenta foram usados para manter a ordem.

Com a divulgação de conversas em que o líder do movimento, Marco Prisco, foi flagrado conversando com um colega grevista e tratando de ações de intimidação como queima de viaturas e fechamento de rodovias, na noite de quarta-feira (08), o clima de tensão aumentou na Assembleia. Na madrugada, o advogado de Prisco informou que negociava a rendição e a saída do grupo, sem Prisco que foi detido dentro do prédio, se deu de forma tranquila.

Mesmo com a visível perda de força do movimento, o grupo ligado a ASPRA decidiu manter a greve esperando também a adesão de outras associações, o que não ocorreu. Em diversas cidades do interior, a rotina de trabalho foi voltando ao normal. Na última conversa com o governo, os grevistas aceitaram a contra-proposta e encerram a paralisação.

Avanço nas negociações
Desde o começo da última terça-feira (07), o governador Jaques Wagner deu sinais de que as negociações estariam avançando e que a greve poderia acabar a qualquer momento. Segundo ele, o diálogo se estendeu e o único impasse para o fim da greve era sobre a anista aos PMs acampados na ALBA. Sobre o pagamento de gratificações, um dos pedidos dos PMs, o governador admitiu a possibilidade de incorporar o benefício ao soldo dos policiais.

“Nós, ao longo de cinco anos, concedemos 30% de aumento real. E eu tenho limite na folha. As negociações são em torno desse valor, da chamada GAP 4, e eventualmente até da GAP 5, mas evidentemente isso terá que ser partilhado ao longo de 2013, 2014 e até 2015. Se for para pagar alguma coisa imediatamente agora, não há menor espaço, porque eu não tenho espaço fiscal para fazê-lo”, afirmou mais cedo o governador.

Na quarta-feira, o líder dos grevistas Marco Prisco, presidente da Aspra e líder dos grevistas, disse em entrevista a emissoras locais de televisão que as negociações sobre o pagamento de gratificações de atividade policial V e IV (GAPs) podem ficar para depois, pois a prioridade é a anistia dos PMs.

“Tem uma pauta que tem que ser discutida primeiro, que é a questão da revogação das prisões. Sem a discussão dessa pauta, não há outra discussão. A pauta não é só a questão da GAP”, disse.

Prisco chegou a defender os policiais, afirmando que não estariam envolvidos em atos de vandalismo cometidos na cidade desde o início da greve. “Apesar de nos acusarem, os atos de vandalismo não foram cometidos por mim nem por outros policiais. Não cometemos crime nenhum. A prova é que o crime aumentou três vezes depois que iniciamos a greve. E estamos todos aqui dentro (na Assembleia Legislativa)”, disse.

Dias de tensão
Assim que chegou de Cuba, o governador Jaques Wagner solicitou a presença do Exército Brasileiro e da Força Nacional para fazer a segurança das avenidas e bairros da capital baiana e também nas cidades do interior.

Durante todo o período em que estiveram paralisados, uma onda de saques, de violência e também de boatos impôs o temor e o pânico em diversas partes do estado. Ônibus foram queimados, estabelecimentos comerciais foram fechados, aulas suspensas, prejuízos nos bares e restaurantes foram contabilizados, dezenas de eventos cancelados, tiroteio, arrastões e um rastro de 10xx homicídios cometidos somente na capital baiana.

No total, o efetivo de policias militares da Bahia é de cerca de 30 mil profissionais. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) somente 10% da categoria teria aderido à greve. Entretanto, para as diversas associações de policiais, este número teria sido muito maior. O sargento Agnaldo Pinto, presidente da Associação dos Praças da Polícia Militar da Bahia (APPM), chegou a afirmar que 90% teria cruzado os braços e, mesmo os que não participara da ocupação da Assembleia, ficaram recolhidos nos quartéis ou companhias.

 

Fonte: correio24horas.com.br

Polícia

POLICIAL É MORTO COM TIRO NA CABEÇA NO BAIRRO DO RESGATE

Publicado

em

POLICIAL É MORTO COM TIRO NA CABEÇA NO BAIRRO DO RESGATE

Do Túdo é Política – Na manhã desta segunda-feira, 19, um policial militar foi baleado na cabeça por um bandido enquanto estava dentro de uma viatura. O crime aconteceu na Rua Silveira Martins, no Resgate, em Salvador.

O caso aconteceu quando a guarnição se aproximava de dois suspeitos para realização de aobrdagem policial. 

Tanto o policial quanto o atirador foram encaminhados ao Hospital Geral Roberto Santos, no entanto, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) o agente acabou não resistindo aos ferimentos. 

De acordo com informações obtidas pelo jornal Bahia Meio Dia, da TV Bahia, o assassino também não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo no centro médico. 

Continuar Lendo

Polícia

MEDIEVAL: Crianças que seriam usadas em ritual contra Covid são resgatadas – VEJA VÍDEO

Publicado

em

Crianças que seriam usadas em ritual contra Covid são resgatadas – VEJA VÍDEO

No Tudo é Política – Na comunidade de Vila do Treme, município de Bragança (PA), crianças que estariam sendo usadas por uma família para um ritual religioso, foram resgatadas. Segundo informações do portal G1, testemunhas disseram que os menores seriam sacrificados no final de uma cerimônia feita para acabar com a pandemia da Covid-19.

Vídeos divulgados nas redes sociais mostram cenas do suposto ritual. Nas imagens, um grupo aparece rezando em volta de crianças, que gritam.

A Polícia Civil foi até o local, na quarta-feira (14). Os agentes civis informaram que três crianças foram resgatadas pelo Conselho Tutelar, e conduzidas a um abrigo.

Ao portal O Liberal, a conselheira Rosa Quemel, que recebeu a denúncia de um morador da comunidade, disse que as equipes experimentaram momentos de tensão.

– Só conseguimos resgatar três crianças na hora do sufoco. Um bebê de 1 ano e três meses era o que mais estava sofrendo com essa situação. A família não queria que a gente tirasse a criança porque estavam fazendo uma espécie de reza. Só que a criança chorava muito de fome e de sede, assim como as outras.

Não foi confirmada a prisão de nenhum dos envolvidos. A polícia informou que o caso será investigado. Depoimentos foram coletados e os envolvidos serão identificados.

Veja vídeo abaixo:

Veja mais postagens no nosso Instagram

Continuar Lendo

Polícia

BR 116: Após roubo de retroescavadeira, proprietário mantido refém é libertado

Publicado

em

trator roubado

Do Página Simões Filho – O proprietário de uma retroescavadeira avaliada em R$ 150 mil, após ser mantido como refém por assaltantes na BR 116, nesta quarta-feira (14),  conseguiu ser libertado por agentes da Polícia Militar da Bahia (PM-BA) da cidade de Poções, e da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Os responsáveis pelo crime foram presos no local. 

De acordo com a PRF, o roubo do veículo ocorrei na cidade de Vitória da Conquista, no Sudoeste baiano, e o desfecho foi positivo graças a populares que acharam estranho alguns homens no acostamento substituindo as placas do veículo. Ao constatarem a cena, entraram em contato com a PM, que se direcionaram ao local. 

O proprietário da retroescavadeira estava no  porta-malas de um carro utilizado pelos assaltantes. Com a chegada da polícia, ele foi libertado. A vítima relatou que havia sido contratado para realizar um serviço e que, ao chegar ao local, foi surpreendido pelos criminosos.

Ainda segundo a PRF, dando continuidade às diligências, os policiais descobriram que o trator foi colocado em um caminhão que seguia pela BR 116. De imediato foi feito contato com a PRF do posto de Jequié que montou um cerco na altura do quilômetro 598 e conseguiu interceptar o caminhão guincho e recuperar a retroescavadeira intacta. A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil para lavratura do flagrante e demais procedimentos cabíveis.

Postado originalmente no Bahia Notícias

Continuar Lendo
P U B L I C I D A D E

AS MAIS LIDAS DA SEMANA