Conecte conosco

Vereadores

URGENTE: JUSTIÇA OBRIGA ORLANDO DE AMADEU A RELIZAR VOTAÇÃO DAS CONTAS DE EDUARDO ALENCAR AINDA ESTE ANO

A DECISÃO, PRATICAMENTE, ANTECIPA A CAMPANHA ELEITORAL E DÁ A EDUARDO ALENCAR UM FORTE ARGUMENTO DE PERSEGUIÇÃO

Publicado

em

Justiça obriga Orlando de Amadeu a votar contas de Eduardo Alencar

Como já era esperado.

Uma liminar expedida pela justiça, na manhã desta sexta-feira 13, última do ano, praticamente obriga o presidente da Câmara de vereadores – Orlando de Amadeu – colocar em votação, ainda este ano, as contas do deputado estadual Eduardo Alencar, referentes ao exercício de 2016, época em que o mesmo era prefeito da cidade de Simões Filho.

O documento foi emitido pela 1ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Simões Filho, após o ex-gestor municipal entrar com Mandado de Segurança contra o vereador e presidente da mesa diretora da Câmara.

No MS, Eduardo Alencar alegou que Orlando de Amadeu, por fazer parte do grupo político do seu maior opositor, inclusive atuando por dois anos como líder do prefeito Diógenes Tolentino, na Câmara, “não mede esforços para torna-lo inelegível”, realizando manobras para protelar a votação das contas.

Vale lembrar que o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), emitiu o parecer opinando pela aprovação das referidas contas, com ressalvas e este parecer foi encaminhado ao legislativo municipal desde o dia 30 de setembro de 2019.

A liminar expedida obriga Orlando de Amadeu a convocar uma SESSÃO EXTRAORDINÁRIA EM CARÁTER DE URGÊNCIA, nos próximos dias, uma vez que os vereadores estão, oficialmente, em recesso parlamentar desde a última quinta-feira, 12 e só retornarão para suas atividades normais, em fevereiro de 2020.

ck quadrado