Conecte conosco

Brasil

Vice-presidente do Carrefour pede desculpas pelo episódio que matou João Alberto

João Alberto, homem negro, morreu no dia 19 de novembro após ser espancado por dois seguranças da loja

Publicado

em

Metro1 – O vice-presidente do Carrefour (CRFB3) no Brasil, Stephano Engelhard, pediu desculpas pelo episódio que matou João Alberto Freitas em uma loja da rede em Porto Alegre (RS).

“O Carrefour errou, o Carrefour falhou. Tem alguma coisa que não funcionou no Carrefour. Vou deixar isso bem claro para que não haja dúvidas. Pode ser uma empresa terceirizada, mas a responsabilidade é nossa”, disse o executivo hoje (3) em reunião virtual da comissão externa da Câmara que acompanha a investigação do caso.

João Alberto, homem negro, morreu no dia 19 de novembro após ser espancado por dois seguranças da loja.

“Nós, eu como coordenador, quero iniciar a fala dizendo que nós ficamos estarrecidos com o que aconteceu no Carrefour. E repito que não é uma peculiaridade só do Carrefour. Outras empresas cometeram atitudes semelhantes. Mas nós vamos aqui tomar como uma questão simbólica por ter tido a morte de mais um corpo negro”, afirmou.

P U B L I C I D A D E