Vitória é goleado pelo Coritiba e está fora da Copa BR - Página Simões Filho
Conecte conosco

Futebol - VITÓRIA

Vitória é goleado pelo Coritiba e está fora da Copa BR

Publicado

em

Após sair na frente no Couto Pereira, Leão levou virada do Coxa e foi goleado. Próximo compromisso é na terça, contra o Criciúma, pela Série B

Não deu para o Vitória. Nesta quarta (23), o Leão saiu na frente, com gol de Marquinhos, mas viu o Coritiba virar a partida ainda no primeiro tempo, com gols de Everton Costa e Everton Ribeiro, e crescer ainda mais na segunda etapa. Após o segundo tempo, bastante desestruturado em campo, o Leão sofreu mais dois gols, de Roberto e Everton Ribeiro, terminando a noite com uma dolorosa goleada por 4 a 1, que valeu a eliminação da Copa do Brasil.

O Coritiba faz mais uma vez um excelente primeiro semestre: campeão paranaense, o Coxa chega também a sua terceira semifinal da Copa do Brasil em quatro anos. Desta vez, o Coxa tem a melhor defesa da competição, com apenas três gols sofridos. Nas semifinais, em data ainda a definir, os paranaenses enfrentam o São Paulo, que eliminou o Goiás. Já o Vitória terá de se consolar com a Série B. Na terça, o rubro-negro pega o Criciúma, no Heriberto Hulse, em jogo adiantado da terceira rodada da Segundona.

O jogo – Os primeiros minutos no Couto Pereira pareciam indicar que Coritiba e Vitória fariam partida travada com poucas chances. Fora um contra-ataque desperdiçado por Everton Ribeiro e Ayrton, aos 7 minutos, pouco aconteceu até a metade do primeiro tempo. Até que, aos 25 minutos, Tartá apareceu para o jogo.

Na primeira chance, aos 25, Tartá fez grande jogada, costurou, mas pegou mal na bola e mandou longe. No minuto seguinte, surgiu o gol do Leão: Pedro Ken dançou na frente de um marcador e cruzou na área para a antecipação de Marquinhos, que tocou para o gol, sem chances para Vanderlei. Logo na sequência, Neto Baiano saiu na cara de Vanderlei, mas caiu e não conseguiu dar prosseguimento na jogada.

Após a chance perdida, o Leão viu a maré virar. Aos 28 minutos, o Coritiba empatou: Ayrton mandou cobrança de falta na área e Everton Costa desviou de cabeça. O Coritiba crescia, com a boa partida de Everton Ribeiro, mas foi o Vitória quem teve as melhores chances nos minutos seguintes. Aos 35, Tartá deu ótimo passe em profundidade para Neto Baiano, mas o artilheiro não conseguiu chutar bem. No minuto seguinte, Tartá recebeu passe de Gabriel e devolveu na medida, mas o lateral, sozinho na área, isolou.

Aos 42, em um contra-ataque, a casa do Vitória caiu. Everton Ribeiro recebeu ótimo passe de Sérgio Manoel e foi derrubado na área por Rodrigo, que chegou forte de carrinho, fazendo o rapa no meia-atacante quando ia sendo driblado. Na cobrança, realizada pelo próprio Everton Costa, o Coritiba virou e desceu para os vestiários com a classificação debaixo do braço.

No segundo tempo, a partir dos 12 minutos, Carpegiani pôs o Vitória para frente: tirou o lateral Léo e colocou Dinei, deixando o time com três meias criativos e dois atacantes. A tática acabou se revelando mortal aos 16, quando, em cobrança de escanteio errada do Leão, o Coritiba encaixou um contra-ataque mortal puxado por Everton Ribeiro. Depois de receber do meia, Lincoln, que entrou após o intervalo, passou para Roberto, que mandou um balaço, sem chances para Gustavo.

Após sofrer o gol, Carpegiani tirou Pedro Ken, um dos melhores do time, ao lado de Tartá, para colocar Rildo. Com quatro atacantes em campo, mas sem laterais e meias criativos, o Leão ficou totalmente desfigurado, perdido em campo. Para o Coritiba, bastava apenas segurar o resultado. E foi isso que aconteceu até o fim do jogo: o Coxa conduziu a partida com tranquilidade e ainda teve gol anulado, aos 38. Aos 42, porém, Everton Costa, que teve o gol anulado, aproveitou contra-ataque e rebote de Gustavo para dar números finais à goleada coxa-branca.

Coritiba 4×1 Vitória – Quartas de final da Copa do Brasil – Jogo de volta
Data: 23/05/2012
Local: estádio Couto Pereira
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa/PE)
Assistentes: Rodrigo Pereira Joia (Fifa/RJ) e Fábio Pereira (Asp. Fifa/TO)

Coritiba: Vanderlei; Ayrton, Demerson, Emerson e Lucas Mendes; Júnior Urso, Sérgio Manoel, Renan Oliveira (Lincoln) e Everton Ribeiro (Vinícius); Everton Costa e Roberto (Anderson Aquino). Técnico – Marcelo Oliveira

Vitória: Gustavo; Léo (Dinei), Victor Ramos, Rodrigo e Gabriel; Uelliton, Rodrigo Mancha; Pedro Ken (Rildo), Marquinhos e Tartá; Neto Baiano. Técnico – Paulo César Carpegiani

 

Fonte: ibahia.com